A menopausa é a cessação completa do sangramento menstrual e varia de mulher para mulher.

A menopausa é a cessação completa do sangramento menstrual e varia de mulher para mulher. Portanto, pode-se concluir que a menopausa é um estado natural do corpo e os sintomas podem ser controlados pelos medicamentos mencionados acima. A menopausa é um estágio muito importante no ciclo de vida de todas as mulheres. É uma transição natural que, se não for devidamente tratada, pode levar a alguns danos de longo prazo para a saúde. Também pode ser descrito como uma fase da vida da fêmea quando a função dos ovários termina. Ele agrega suas vítimas com uma série de sintomas como ondas de calor, suores noturnos, câimbras, alterações de humor, dores de cabeça, libido fraca, ansiedade e horários de sono perturbados. Cerca de uma em 100 mulheres com idade inferior a 40 anos sofre de uma condição conhecida como insuficiência ovariana primária, que às vezes é conhecida como menopausa prematura.

A menopausa não é uma sentença de morte e sim uma renovação do corpo e do espírito. Não é uma condição ou doença, mas um acontecimento natural na vida de uma mulher quando ela pára de menstruar e não é mais fértil. O termo menopausa pode descrever qualquer uma das mudanças pelas quais uma mulher passa antes ou depois de parar de menstruar, marcando o fim de seu período reprodutivo. Literalmente significa o fim dos ciclos mensais.

Você não está desaparecendo porque tem menopausa. A menopausa é quando seus períodos se tornam mais irregulares e acabam parando. É algo que todas as mulheres vão passar em algum momento da sua vida. Atingir a menopausa pode ser um momento estressante, com muito desconforto e distrações indesejáveis ​​da sua vida cotidiana.

Início e duração


A duração da transição varia por mulher. O tempo médio entre a irregularidade da menstruação e a menopausa é de quatro anos. As queixas transitórias podem durar de cinco a dez anos ou até mais. No geral, esse período pode ser dividido em cinco anos antes da última menstruação, até dois ou três anos depois. Há também mulheres que só percebem por um curto período que estão na transição.

Mulheres cujas mães estavam no início da transição têm uma chance maior de entrar cedo na transição. O uso da pílula pode suprimir os sintomas da menopausa, mas não afeta o momento em que a menopausa começa. Nas mulheres que fumam mais do que um maço de cigarros todos os dias, a transição parece começar em média dois anos antes.

Se ambos os ovários forem removidos durante uma operação, a pós-menopausa começa imediatamente, geralmente com sintomas graves. Se apenas o útero é removido, a transição pode começar um pouco mais cedo, mas geralmente isso não tem efeito.

Caso não tenha recebido o link com o tratamento exclusivo para menopausa, clique em Max Amora reclame aqui.